Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Afetos Primitivos’ Category

Remanso. Saí do banho que acalmou um tanto. Antes estava assim: Maria Emília, rabanetes não são mágicos, apenas os feijões, aqueles sim. E daí pra pior. Era tanta energia desordenada. Primeiro subi a ladeira com um facão na mente, querendo aniquilar o primeiro ser humano do sexo masculino que cruzasse meu caminho. Mas então veio a imagem de um tabuleiro com o seguinte slogan, tipo brinquedo novo da Estrela: o amor depois dos 30 é um jogo de xadrez. A rainha vale muito. Mas o rei é quem decide. E você, Emi, é uma bestinha que ainda não aprendeu nem a mexer os peões!

Read Full Post »

Heitor, 23

Quando conheci Maria Emília eu era mais tímido e mais feio. Com o tempo, aprendi a disfarçar as duas características. Faz uns cinco anos, eu acho. Ela entrou no meu grupo de teatro indicada por uma amiga, a Laura, uma gata que me esnobava. Foi um alvoroço na sala, tanto entre os poucos meninos heteros quanto entre as várias meninas bis. “Meu nome é Maria Emília, mas prefiro que me chamem de Emí. Só a minha mãe, quando está puta da vida comigo, me chama pelo nome inteiro”. Foi assim que ela se apresentou e logo começou a conversar com o pessoal da Laura. Eu não tinha turma, fazia aula porque amava o teatro. Mas assim que olhei para Emí resolvi que ia quebrar essa vidraça com meu estilingue de forquilha e elástico de farmácia. Eu precisava conhecer aquela menina, com cara de criança e voz de mulher. Só não imaginava que menos de uma semana depois estaria na cama com ela. E com a Laura.

Read Full Post »