Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \26\UTC 2011

Antivacina

É tão bom quando
o grande amor da sua vida
volta a ser apenas
um homem
com barba por fazer,

Quando é suportável
dividir a mesa no bar,
perguntar “como vai a família”,
pegar carona de volta pra casa.

Quando é fácil cumprimentar,
encostar na pele,
sentir o cheiro,
sem as pernas bambearem.

Quando é possível falar
de seriados de TV,
lembrar só das coisas boas
e rir do que um dia doeu.

É tão bom quando
o grande amor da sua vida
deixa de ser único
e torna-se mais um
dos grandes amores da sua vida.

Read Full Post »

Não sei se limpo a mesa
com flanela e álcool
ou deixo quieta
a poeira.

Não sei se gosto mesmo
dessa camisa nova
comprada pra me fazer feliz
num dia em que nada deu certo.

Não sei o que pensar quando
percebo que reparo demais
numa dor que já passou.

Não sei onde esconder
os desejos feios
e as meias esgarçadas
que saltam das gavetas.

Read Full Post »

Avalanche

Queria que o meu blábláblá
estremecesse todo o seu corpo
como Carmina Burana

e que minha avalanche sonora
não fechasse o desfiladeiro,
mas abrisse os caminhos

e que, ao mesmo tempo,
as palavras saídas da minha boca
voassem leves como borboletas
e pousassem na sua alma.

Read Full Post »

Mind the gap

  

Tenho um pé na plataforma e outro
pisando em falso.

Ouço o apito e sei
que a porta vai prensar
minha perna esquerda
se eu não decidir.

O pequeno abismo é
um buraco negro disfarçado
de obstáculo cotidiano.

Cuidado: dentro de mim tem
um vão
entre o trem e a plataforma.

Read Full Post »

Aprendiz

Escuto estalos inéditos:
escápulas doloridas
e ombros leves.

Dedos em arco
roubam o peso
dos calcanhares cansados.

Pulmões inflados
empurram
as costelas orgulhosas.

O corpo
começa a reconhecer
a mente.

Eu acredito
que a professora vai me ensinar
a voar.

Read Full Post »